Assembleia aprova todos os investimentos apresentados, e taxa associativa recua 1%

Publicado em: 16/03/2020

Na manhã deste sábado aconteceu a Assembleia Geral Ordinária (AGO) do Ibirapitanga. Iniciada na segunda chamada, às 9h, pois às 8h30 não havia o quórum mínimo necessário para o início dos trabalhos, a AGO foi presidida pelo vice-presidente Anderson Estevo Diniz, visto que a Presidente Rose Yamamoto, por motivos particulares, ficou impossibilitada de comparecer à assembleia.

Logo no início dos trabalhos foi apresentado um pequeno resumo sobre o Ibirapitanga, com o atual tamanho do residencial em números de acessos, obras, residências etc, além de uma breve apresentação dos números da nossa RPPN; na sequência foi a vez do Diretor Tesoureiro, Joaquim Pinto, prestar todos os esclarecimentos sobre as contas do exercício de janeiro a dezembro de 2019, assim como a execução do orçamento de março de 2019 a fevereiro de 2020. Após as explicações, foi apresentado um breve resumo dos dois últimos anos de gestão, onde antigas reivindicações foram realizadas logo no primeiro ano de gestão da atual diretoria. Tais ações fizeram um Ibirapitanga mais econômico, mais seguro, com melhor qualidade de vida aos associados, sem esquecer as diversas formas de interação entre os associados promovidas pela atual gestão.
Nesse momento foram feitos os devidos agradecimentos aos membros da diretoria que fizeram parte dessa gestão, em especial aos diretores Sérgio Mosca, que esteve à frente da pasta de obras até setembro/19; Walter Queiroz, que está à frente da diretoria de Segurança, e Idalécio Viviani, diretor que atingiu os melhores resultados à frente da pasta do Meio Ambiente.
Foi feito também um agradecimento especial aos colaboradores da APRI, que fazem parte das conquistas e feitos alcançados até o momento.
Na sequência foi feita a leitura do Parecer do Conselho Fiscal, colocando em deliberação a prestação de contas, a qual foi aprovada.
Logo após as discussões passaram para o novo Plano Orçamentário, válido para março de 20 a fevereiro de 2021, item “C” do edital.
Com grandes cortes promovidos pela atual diretoria em diversos setores, a taxa ordinária teve um reajuste negativo médio inicialmente previsto na casa de -11% para o módulo 1, 2 e 3, os cortes mais substanciais estavam na pasta da secretaria, com corte de 25%. Outros fatores que contribuíram foram o corte de 33% para energia elétrica, devido à instalação da Usina Solar nos próximos meses, e o acréscimo de 34 lotes no módulo 3.
Após as explicações sobre a taxa ordinária, que são os valores necessários para a cobertura do dia a dia da associação, entre eles, salários de todos os colaboradores, manutenção de todos os contratos de prestação de serviços etc. Os trabalhos passaram para os investimentos necessários para o próximo exercício.
A Diretoria da APRI levou um pequeno número de investimentos para deliberação, os quais ela considerava de fundamental importância. Foram eles:
- Contratação de quatro vigilantes: Essas contratações viabilizariam a liberação dos Guardas Parques que hoje estão trabalhando no período noturno, para a sua real função, que é a proteção de nossa RPPN. A contratação foi aprovada e os valores necessários para as contratações foram acrescidos na taxa ordinária.
- Controle de acesso: Ainda na área de segurança Ibirapitanga ganhará um novo sistema de acesso, com novas catracas para veículos, tanto para associados quanto para prestadores de serviços, além de catracas para pedestres, sistema biométrico, que além da identificação dos associados e dos prestadores de serviços, trará a novidade do “dedo do pânico” para que o associado possa avisar aos seguranças que estão rendidos dentro do seu veículo, sem que os meliantes a bordo tenham conhecimento, esse é um breve resumo das melhorias no sistema de acesso, posteriormente todas as melhorias serão divulgadas.
- Sistema de CFTV: O sistema ganhará mais 13 câmeras, com sistema de iluminação inteligente que serão instaladas externamente ao muro lateral de divisa do módulo 3.
- Substituição de veículos: Serão substituídas três motos e um carro da SORI.

Outros investimentos: Foram debatidos ainda a reforma do atual estande de vendas da Scopel que abrigará a secretaria, aquisição de uma nova máquina de gelo com maior capacidade, e 10 bicicletas novas para substituição das atuais bicicletas do bicicletário.
Todos os investimentos acima apresentados pela diretoria foram aprovados de uma única vez pelos associados presentes.
As deliberações passaram para os investimentos propostos pelos associados, contando apenas com uma indicação:

Academia de ginástica: Criação de uma academia de ginástica onde hoje está a secretaria da APRI, logo após a transferência para o atual estande de vendas, junto a portaria do residencial.

O investimento também foi aprovado e será elaborado um projeto para que a atual biblioteca também tenha o seu espaço em uma antessala juntamente com a cozinha, onde os associados ainda poderão tomar o seu café e ler um bom livro.
Ao final a nova taxa associativa, que compreende a taxa ordinária + investimentos, ficou com reajuste negativo de -1%, ficando em R$ 722,30 para todos os módulos.

Eleição

Com uma única chapa inscrita, “Valorizando Ibirapitanga” foi eleita para o biênio 2020/2022, tendo como seus representantes:

Diretora presidente: Rosemary Tomie Yamamoto Yamashita 
Diretor vice-presidente: Anderson Estevo Diniz 
Diretor Tesoureiro: Joaquim Pinto de Souza 
Diretor Obras: Maurício Tomanini 
Diretor de Meio Ambiente: Danilo Charbel Mattar 
Diretora Secretária: Maria Lúcia de Almeida Stanzione 
Diretor de Segurança: Wagner Pinto

Foram eleitos também os representantes dos Conselhos Consultivos e do Conselho Fiscal, veja como ficou:

CONSELHO CONSULTIVO DO MÓDULO 1
Marcos Nunes de Mattos
Sérgio Cavana Mosca
José Wladimir Lemos

CONSELHO CONSULTIVO DO MÓDULO 2
Caio Henrique Silva Teixeira
Janaina Domingues Macari
Christine Baena Castilho Fontelle

CONSELHO CONSULTIVO DO MÓDULO 3
Celso José Oscar de Gouveia
Paulo Sérgio Marson
Mario Alves de Campos Sobrinho

CONSELHO FISCAL
Wilson Roberto Mairro
Luiz Antônio Gabriel
Uma das vagas ficou sem candidato

Outros assuntos de interesse foram discutidos e ratificados na Assembleia, a nova tarifa de consumo de água e a criação de um espaço para os cães, onde eles e seus donos possam se divertir e interagir, nesse espaço reservado na antiga área de descarte de terra próxima a rotatória do módulo dois, serão instalados, cercado, alguns obstáculos e brinquedos para que os cães possam correr e brincar de forma livre.
Veja como ficou a nova tabela de cobrança do consumo de água:
Os consumidores até 20 m³ continuam a pagar R$ 15,00, consumidores entre 21 m³ a 30 m³ irão pagar R$ 1,80 para cada m³ adicional, já os consumidores que ultrapassarem os 31 m³ pagarão R$ 6,00 para cada m³ adicional. 
Finalizando os trabalhos, o Vice-presidente da APRI, Anderson Diniz, agradeceu a presença de todos.

A cobertura completa da AGO estará na próxima edição da Sauá.

© Reserva Ibirapitanga. 2014. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: Witix